03/09/2008

CURIOSIDADES

VOCÊS SABIAM QUE...

  • Aqui, no primeiro dia em que subi na balançam e assustei! TRÊS DÍGITOS? Eu mal aportei em terras estrangeiras e já comecei a engordar "por tabela"? Mas foi só um susto mesmo: 130 libras equivalem a... segredo!! As balanças de ponteiros chegam até a 380 libras!
  • A ASU, só no campus Tempe, possui 04 enormes bibliotecas e hoje, para retirar apenas um livro, eu tive que percorrer 3 delas, em pleno sol de 40 graus... tudo para aprender a entender direito o que aquelas letras e números no site da biblioteca querem dizer! Mas também, depois que consegui o livro, sabem qual a data da devolução? Pasmem: 31 de janeiro de 2009...
  • Definitivamente, tenho cara de "balcão de informação". Perdi a conta de quantas vezes já me pararam na universidade, nos arredores, nas ruas, para me solicitar alguma informação da cidade... prédios da ASU, ruas da cidade, numeração das ruas... uau! E olha que me saí bem... acho que já estou com cara de moradora da cidade!
  • As principais sinaleiras da cidade possuem sinais sonoros, emitidos durante a passagem de pedestres; todos os banheiros da universidade possuem portas automáticas para acesso de cadeirantes; todas as salas de aulas possuem duas pessoas especializadas na linguagem de sinais. Algumas portas possuem abertura manual, porém o fechamento é atuomático... me peguei algumas vezes puxando a porta com força, na tentativa de fechar (micos, micos!)...
  • Todas as salas de aula estão "equipadas" com a bandeira dos Estados Unidos da América, a famosa "stars and stripes". É possível também ver muitas casas ostentando o símbolo nacional!
  • Aqui, só se usa a denominação "lixo" para aquilo que não presta pra nada mesmo. Os outros tipos não são lixos: são "recicláveis" e "orgânicos". Ah, e tem uma coisa que eu gostei demais, demais: o tal do "garbage disposal", uma espécie de triturador que se localiza dentro da pia e que serve para renunir restos de comidas, farelos, casca de ovo ou das frutas e em seguida, ao toque de um botão, ele tritura tudo e envia junto com o restante da água suja... não é o máximo?
  • A última coisa, pra não incomodar demais com as minhas "surpresas agradáveis": adorei a idéia de poupar papel e evitar aqueles incômodos envelopes bancários! Aqui, colocamos o dinheiro diretamente no caixa eletrônico, "ele" conta as cédula e PIM, o dinheiro vai pra conta na hora! Mas ainda não acabou: vocês acreditam que o caixa eletrônico faz igualmente a leitura do cheque (sem envelope, sem nada) e depois imprime uma cópia como recibo... DEMAIS!

2 comentários:

Lu Geiger disse...

Post enciclopédico!
Ai, amiga, são o máximo esses micos que envolvem as diferenças sobre como as coisas funcionam em diferentes lugares deste planeta...
Adorei o lance da porta do banheiro, do lixo que não é lixo e principalmente o depósito sem papel. Sem esquecer tua saga McGiveriana do post anterior.
Beijão!

Anônimo disse...

o burra.o sinal sonoro é para os cegos....eheheheheeh
abraços
vinicius